Overblog
Editer l'article Suivre ce blog Administration + Créer mon blog
3  AMERICAS   BY   BICYCLE

MES VOYAGES AUX TROIS AMERIQUES EN VELO

O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO

KILOMETROS O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO

RIO – Marica – Ponta Negra 100

Ponta Negra – Saraneca – Praoia Seca 66

Praia Seca – Cabo frio – Buzios 90

Buzios – Rio das Ostras – Macace 75

Macace – Rio das Ostras – Casimiro – Sana + 10 85

Sana + 10 – Luiar – Muril – Nova Friburgo + 10 66

Nova Friburgo + 10 – Teresopolis 67

Teresopolis – Petropolis 61

Acesso aos terminal de onibus 10

TOTAL 620

O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO 15/10/2010 a 26/10/2010

De RIO do Janeiro ate MACACE

Ao começo, tenho a balsa ate Niterói, a cidade ao frente do Rio. Logo sigo a costa um pouquinho, mas rápido tenho que voltar na rodovia ate Marisca. Experimente fazer voltas ate as praias, para seguir beira mar, mas não serve, sempre tem barras. Ademais as praias são escondidas pelos prédios o casas, e são cortas. Tive que voltar pelo mesmo caminho e perdi muito tempo e energia.

No Marisca, entro na cidade, mas não tem hotel barato, então pela sorte acho que seguindo a rodovia, vira a direita pela quarta rua logo da rua para pedestres, a direita, esta rua vai ate os lagos. Faço uns km ate passar a ponte, e a direita sigo o caminho pelo campo abandonado, e chego ao lago, ao fim um lugar bem escondido usado pelos pescadores, onde armo a barraca.

Logo a estrada segue ate Ponta Negra, rodeada de casas, apenas se vê o mar. Ao fim tenho que fazer uma volta pelo centro, passar ante a policia, passar o rio, seguir um km pela estrada ate o trevo grande, e La virar a direita. Esta estrada entra na serra, o que e bem bonito. No Jacone, toca o mar, e segue beira mar, com kioskos vagos, onde acampar, ate Saquarema. La tenho que voltar na rodovia, ate Bacaxa, e seguir La 7 km. Logo tenho a estrada na direita, na direção de Praia Seca. Passa beira lago, e acho apenas passando o trevo um lugar para armar a barraca, ao frente do lago, escondido nos arvores, só tem uns pescadores.

Logo ate Cabo Frio a estrada segue perto dos lagos, mas em geral um pouco longe da ribeira, pelo campo de areia e arbustos, com a vezes vilajeros e bairros privados. Tem um bom lugar para acampar, uns km logo de Pernambuco, 3 casas abandonadas beira lago. Cabo Frio e uma cidade moderna, prédios ao longo da praia, onde e bem difícil achar o caminho ate Buzios. Fiz uma volta grande ate as praias, mas não e isso, então um condutor dirigi me ate a boa estrada. Também e o lugar aonde chega o corrente frio no mar.

Búzios e uma cidade com muito trafego, e tudo de pousadas. Fiquei La 4 dias na casa de Paul, que atendeu me muito bom.

A estrada da costa segue logo pelo campo, metade arbustos e metade gado, ate Unamar. La tem que virar a direita ate a rua beira praia, asfaltada, ate o rio São João. Logo tenho que voltar na estrada para passar a ponte. Experimento de voltar na praia, mas não vale a pena, só o pouco tempo. A estrada segue pelas suburbas ate Rio das Ostras, onde segue de nove a ciclovia e logo a estrada beira mar. La tem, uma boa vista de uma igreja barroca ao fim da ponta. Ao sair de Rio das Ostras, a estrada volta no campo, com muito trafego, acostamento ruim, colinas, bem perigosa. Na entrada de Macace, volto beira mar ate a grande ponte. Perto da terminal rodoviário tem um hotel barato, senão são albergues muito ruins.

Ca decidiu voltar a Rio das Ostras para pegar a serra ate Nova Friburgo.

De RIO DAS OSTRAS ATE PETROPOLIS

A volta ate Rio das Ostras foi voando, com muito vento a favor. Logo viro a direita, pela estrada que contorna Rio das Ostras ate a BR 101. Logo a BR segue pelo campo e selva. E plano. Um km antes de Casimiro tem a direita a estrada que suba a Nova Friburgo. Tem pouco tráfego, não tem caminhões, e entra na serra, com belas vistas dos cerros e dos declives cobertos de mata o com uns pastos. Sube com ondulações, seguindo o rio. O rio mesmo ao começo esta ao nível do vale, e logo entra no cânion profundo. Logo do vilajero de Sana começa a subida de verdade, forte, mas ainda com ondulações. E muito turístico, com muitos pousadas e restaurantes de luxo, e também belas vistas dos picos. A 10 km de Sana tem um vilajero pequeno, nove, Cascata. Ca na concha de futebol armo a barraca. Ate tem ducha, e dizer a água da fonte perto do rio, quentinha.

Logo sube com muito declive, durante 32 km. A paisagem e muito bonito. São 17 km ate Lumiar, La tem um albergue, e 17 km mais até o tope, Macaé. E largo, difícil, mas fiz tudo de bici. Logo vem a descida ate Murvil, com uns subeis, e outra descida pela grande estrada ate Nova Friburgo, perigosa, e com caminhões. Todo este trecho e cheio de pousadas, e bem difícil achar um lugar onde acampar. Nova Friburgo e uma cidade moderna, com trafego, sem interes. O albergue esta no tope da colina. Melhor fugir, o que faço. A saída e rodeada de empresas, e de casas, e ao km 60 acho uma concha de futebol abandonada. Salto a vedação, e armo a barraca escondido por arvores. Tem ao km 58 um posto de gasolina.

Ate Teresópolis, a estrada se chama Terri Fri, e muito turística. Achou La menos bela que a de ontem. E ainda mais turística, só com pousadas e restaurantes de luxo. , passa pelo muitos pastos de gado, com selva e arvores também. Tem umas vistas sob vales compridas e sob os três picos. E todo de colinas, com subeis e desceis compridas com declive. Teresópolis e outra cidade moderna com trafego, mas o albergue, na colina, e acessível e confortável. A cidade e rodada com picos que são como torres.

Logo a estrada entra na serra, com 13 km de subida forte, ainda tudo de bici, e com uma fonte de água potável fresca ao km 6. Logo vem a desceda forte de 14 km, e outra leve de 6 km ate Ipavai. A paisagem e muito bela, passa pela serra dos Órgãos, um parque nacional, todo de selva. Saindo de Teresópolis, e rodeada de eucaliptos, e acima de pinos. Na descida tem uma vista lindíssima da serra ao frente.

E ao fim vem uma subida muito leve beira rio, pelos vilajeros, ate Petrópolis. Esta parte e horrível e perigosa, estreita com trafego, melhor seguir pelo autopista BR 116, menos perigoso. O albergue esta a 6 km do centro, e o terminal rodoviária a 3 km mais, ambos perto da saída da BR 40. Então se vem da BR, já vai ao albergue deixar a bagagem e a bici, e logo ao centro com o ônibus.

Petrópolis só tem o centro antigo. Vale a volta. Ainda tem bastantes prédios do siglo 19 com fachadas bem decoradas. Tem o castelo de verão da família do imperador com todos os moveis e parque abolado. E espantado ver que essas pessoas que só tem a sorte de nascer na boa família, sem capacidades particulares, têm tantas coisas carrissimas, ao mesmo tempo em que a metade do povo brasileiro são escravo, e outra metade muito pobre.

No este roteiro na serra, encontre bastante chuva, e falando com a gente que morra La aceite que já esta a temporada da chuva, que já faz 2 meses que não tem mais ciclistas, e tome o ônibus ate mais o norte, Itaboim, uma cidade ao nível de Porto Seguro, sob a BR 116. A idéia e juntar Porto Seguro, e logo seguir a costa atem Salvador de Bahia.

O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
O NORTE DO ESTADO DO RIO DO JANEIRO
Partager cet article
Repost0
Pour être informé des derniers articles, inscrivez vous :
Commenter cet article